O crédito imobiliário com recursos da poupança movimentou R$ 16,0 bilhões em junho, com queda de 18,6% em relação ao mesmo mês do ano passado e 6% frente ao mês imediatamente anterior, segundo a Abecip, associação das instituições que oferecem essa modalidade de crédito.

“Foi não só o segundo melhor resultado do ano, mas também o segundo melhor para um mês de junho na série histórica”, diz a entidade. No acumulado de 12 meses (maio de 2021 a junho de 2022), os empréstimos para aquisição e construção de imóveis somaram R$ 194,02 bilhões, alta de 9,2% em relação ao apurado nos 12 meses anteriores.

Foram financiados 62,3 mil imóveis em junho, o que representa queda de 27,8% na comparação anual e 13,1% na comparação mensal.

A Caixa se manteve na liderança do setor, com R$ 8,246 bilhões financiados nas modalidades construção e aquisição em junho. O Itaú Unibanco apareceu em segundo lugar, com R$ 3,636 bilhões, e o Bradesco ficou em terceiro lugar, com R$ 1,847 bilhão.


Fonte: Valor Econômico - Finanças, por Álvaro Campos, Valor — São Paulo, 04/08/2022