Atendendo a uma solicitação feita conjuntamente por SindusCon-SP (Sindicato da Construção), Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) e Secovi-SP (Sindicato da Habitação), o secretário de Mobilidade e Transportes do Município de São Paulo, Edson Caram, autorizou a circulação de caminhões de carga com insumos da construção no centro expandido da capital paulista, em qualquer horário.

De acordo com a Portaria SMT.GAB 084, de 7 de abril de 2020, agora estão excetuados das restrições de circulação no centro expandido veículos cadastrados para as atividades Concretagem, Concretagem-Bomba, Remoção de Terra e Entulho em Obras Civis, Transporte de Caçambas Estacionárias por Poliguincho, Transporte de Máquinas, Equipamentos e Materiais de Construção.

A circulação dos demais caminhões em outras atividades permanece restrita conforme dispõe a legislação em vigor, determina o secretário na Portaria.

Em carta de agradecimento a Caram, os presidentes Odair Senra (SindusCon-SP), Luiz Antonio França (Abrainc) e Basílio Jafet (Secovi-SP) destacaram que “a medida, justificada pela diminuição expressiva do trânsito, certamente contribuirá para a manutenção de empregos e a arrecadação de tributos, mantendo parte da economia girando no município, bem como eliminando o incômodo da vizinhança com a descarga desses caminhões em horário não comercial”.