Notícias

As mudanças das regras do crédito imobiliário pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) devem incentivar a securitização das carteiras dos bancos e impulsionar o volume de emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), que são títulos de dívida com lastro em empreendimentos imobiliários.

Fonte: Valor - Finanças, por Silvia Rosa, 03.08.2018

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a maior reforma nas regras do financiamento imobiliário desde a aprovação do instrumento da alienação fiduciária, há duas décadas.

Fonte: Valor - Finanças, por Edna Simão, Isabel Versiani, Talita Moreira e Chiara Quintão, 01.08.2018

O braço de investimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (o FI-FGTS) vai recomeçar a investir em infraestrutura após uma interrupção de dois anos na assinatura de novos contratos.

Fonte: Valor - Finanças, por Fábio Pupo e Edna Simão , 31.07.2018

O braço de investimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FI-FGTS, planeja retomar os investimentos ainda em 2018 após uma interrupção de dois anos na assinatura de novos contratos.

Fonte: Valor - Finanças, por Fábio Pupo e Edna Simão , 31.07.2018

A Caixa Econômica Federal pode retomar a proposta que permite que os trabalhadores apliquem recursos do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviços (FGTS) no FI-FGTS, braço de investimento em infraestrutura administrado pelo banco.

Fonte: Valor - Finanças, por Edna Simão e Fábio Pupo , 31.07.2018

O mercado chega à semana da reunião do Copom convencido de que a taxa Selic será mantida em 6,5% ao ano na reunião que terminará na quarta-feira, dia 1º de agosto.

Fonte: Valor - Finanças, por Angela Bittencourt e Lucinda Pinto, 30.07.2018

Com apetite para emprestar, os bancos elevaram a projeção de crescimento para as concessões de financiamento imobiliário neste ano.

Fonte: Valor - Finanças, por Vinícius Pinheiro , 26.07.2018

Os financiamentos imobiliários realizados com recursos da caderneta de poupança somaram R$ 25,29 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que representa um avanço de 23% em relação ao mesmo período de 2017.

Fonte: Valor - Finanças, por Vinícius Pinheiro , 25.07.2018

"Não deixe seu imóvel ir a leilão", sugere a publicidade de uma associação de mutuários - o grupo também oferece ajuda a quem quer fazer um distrato.

Fonte: Valor - Finanças, por Talita Moreira , 05.07.2018

O estoque de imóveis retomados pelos bancos é apontado no setor como um dos fatores que atrapalham uma volta mais firme do crédito à construção.

Fonte: Valor - Finanças, por Talita Moreira, 05.07.2018