O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços para famílias com renda entre 1 e 2,5 salários mínimos mensais, subiu 0,21% em novembro, após aumentar 0,42% um mês antes, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com este resultado, o indicador acumula alta de 2,10% no ano e de 2,29% nos últimos 12 meses.

Das classes de despesas avaliadas, houve mudança de rumo em Alimentação (0,31% para -0,47%), Comunicação (0,60% para -0,42%), e Vestuário (0,07% para -0,17%), além de Transportes (-0,20% para 0,58%) e Educação, Leitura e Recreação (-0,08% para 0,53%).

Subiram menos Habitação (1,06% para 0,92%) e Despesas Diversas (0,49% para 0,13%). Em contrapartida, houve alta mais acentuada em Saúde e Cuidados Pessoais (0,21% para 0,23%).

Fonte: Valor - Macroeconomia , 06/12/2017