O faturamento deflacionado dos fabricantes de materiais de construção registrou alta de 0,5% em agosto, na comparação anual, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Ante julho deste ano, o avanço foi de 1,2%.

No acumulado de 2018 até agosto, a alta foi de 1,2%. Para os últimos 12 meses, o avanço foi de 1,9%.

Segundo a Abramat, o crescimento foi puxado pelos materiais de base, que tiveram alta de 2,1% em relação a agosto de 2017 e de 1,2% ante julho deste ano.

Já os materiais de acabamento registraram queda de 1,6% na comparação anual e alta de 0,8% em relação ao mês anterior.

?Observamos um mês de estabilidade nos nossos indicadores, mantendo a tendência de retomada do crescimento. Nossa expectativa é de continuidade para essa recuperação do setor até o final do ano, em linha com a previsão de fecharmos 2018 com +1,5%, indicando uma inflexão após 3 anos de
resultados negativos no faturamento?, afirmou Rodrigo Navarro, presidente da Abramat, em comunicado.


Fonte: Valor - Empresas, por Rodrigo Rocha, 12/09/2018