O Senado aprovou ontem, em votação simbólica, o projeto que muda o modelo legal de exploração do saneamento básico. A proposta retoma termos da Medida Provisória 868, que perdeu a validade na segunda-feira sem ser votada pelo Congresso Nacional. Com isso, os Estados terão respaldo da lei para fazerem a concessão dos serviços de água e esgoto para a iniciativa privada. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados.


Fonte: Valor-Política, por Renan Truffi e Vandson Lima -De Brasília,