A inflação na cidade de São Paulo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), ficou em 0,49% na segunda quadrissemana de 2018, vindo de 0,55% no período concluído uma semana antes.

Na segunda quadrissemana de 2017, o indicador de preços das famílias paulistanas havia avançado 0,69%. Na de dezembro, a inflação apontada era de 0,46%.

Das sete classes de despesas analisadas pelo indicador, quatro tiveram inflação inferior à registrada no período anterior, ou até deflação contra uma variação positiva: Habitação (de 0,59% para 0,31%), Despesas Pessoais (0,37% para -0,16%) e Vestuário (0,03% para -0,11%) ? que já vinham desacelerando nas últimas semanas de dezembro e na primeira de janeiro ?, além de Saúde (0,58% para 0,57%).

Tiveram pressão maior os segmentos de Alimentação (0,57% para 0,77%), Transporte (0,84% para 1,14%) e Educação (0,64% para 1,14%), que já haviam acelerado na semana anterior.

A tomada de preços para esse levantamento foi realizada entre os dias 16 de dezembro e 15 de janeiro, tendo como base de comparação o período de 16 de novembro a 15 de dezembro. A próxima divulgação do IPC da Fipe, relativa ao período de 24 de dezembro a 23 de janeiro, ocorrerá no dia 29 de janeiro.

Fonte: Valor - Macroeconomia , 17/01/2018